O que faz um
designer?

Gráfico, Digital, Interiores, Moda e Produto

Postado por Wil Lombardi 15 de Novembro, 2018

O que faz um designer?


Diante de tantas profissões, uma delas gera dúvidas e incertezas no campo profissional, aliás o que faz um Designer? Nesta publicação, vamos desvendar todos os mistérios por trás dessa profissão recente e ampla no mercado de trabalho.

Antes de prosseguirmos precisamos dar significado a palavra design para entendermos o seu sentido, design vem do latim designare ou seja (desenvolvimento, criar, conceber), tendo em mente isso podemos notar a área de atuação predominante criativa da maioria dos designers.

A criatividade está inerente a profissão de Designer, seja gráfico, moda ou interiores, todos tem a obrigatoriedade primazia de gerar ideias para resolver e solucionar problemas, por isso a criatividade é importantíssima para quem planeja seguir a carreira de designer.

Imagem de um lápis, uma caneta e uma régua para ilustrar a profissão de Design Gráfico na cidade de Maringá

Para entendermos melhor cada campo de atuação do design, vamos separar em tópicos específicos para cada área do design, como Design Gráfico, Design Digital, Design de Interiores, Design de Moda e Design Produto.



Design Gráfico

O profissional que atua no campo do design gráfico, tem a finalidade de elaborar e planejar o desenvolvimento de peças gráficas para empresas ou instituições.

De total importância o designer trabalha junto com a equipe de Marketing para elaborar soluções gráficas para atingir determinadas pontos importantes como a representatividade da marca, através de cartazes, cartões de visita, revistas, jornais, rótulos, embalagens e outdoors, visualmente combinados com a filosofia da empresa e a mensagem que a mesma deseja transpassar para o cliente potencial.

Garota mexendo em um computador para demonstrar a profissão de designer


Design Digital

A vertente do design digital explora aspectos do mercado e mídia digital, área com crescimento exponencial nos últimos anos.
Por conta disso, há poucos profissionais na área especializada do design digital, gerando um mercado interessante pra quem quer ingressar no ramo do design.

A principal função do designer digital, é criar e planejar elementos digitais, como Web Design, Animação e Aplicativos, desempenhando uma das funções mais importantes para criação do mesmo, a Experiência de Usuário (UX) e a Interface (UI), ambas as partes estão conectadas e dependem uma da outra para funcionar de forma intuitiva e como um fluxo contínuo de usabilidade.

Enquanto a experiência do usuário encaminha de trazer as melhores interações para o usuário, gerando um contato e empatia com o aplicativo, já a interface (UI) tem a predefinição de criar familiaridade com a interação, tornando o acesso a informação muito mais fácil.

Imagem de uma interface sendo desenhada no papel, para demonstrar a profissão de designer de ui/ux


Design Interiores

Trabalhando ao lado de profissionais como Arquitetos, Marceneiros e Eletricistas o Designer de Interiores planeja desde acabamentos, materiais e até iluminação, tendo a autonomia de reorganizar, criando espaços confortáveis, úteis e que satisfazem as necessidades dos clientes.

Um dos pontos principais de destaque para os profissionais de Design de Interiores são a utilização de materiais que agridem menos ao meio ambiente, criando desta forma ambientes sustentáveis para o mundo.

Imagemde uma luminária ao lado de alguns livros para demonstrar a profissão de designer de interiores em maringá


Design de Moda

Sabemos que a área de vestuário é uma das que mais crescem no Brasil, deste modo o profissional formado em Designer de Moda, pode optar por algumas segmentações da própria área, como Estilista ou Alfaiate, Modelista e Personal Stylist, são umas das segmentações que regem o Design de Moda.

O designer desta segmentação pode trabalhar desde dos primeiros esboços idealizando novas peças de roupas, com tecidos, cortes e costuras diversas, até a parte têxtil na escolha e seleção dos componentes da peça.

Como também pode assumir a posição de consultor de moda, se tornando um Personal Stylist, buscando novas tendências dentro do mercado da moda.

Imagem de um lápis, uma caneta e uma régua para ilustrar a profissão de Design Gráfico na cidade de Maringá


Design de Produto

Talvez a vertente mais exploratória do design e de maior destaque, o Designer Industrial também conhecido como Designer de Produto, tem como finalidade a elaboração dos processos que regem um produto, como o formato, caixa e peças industriais para as máquinas que desenvolve esses produtos.

É um campo mais restrito, mas de extrema importância para as industrias criando oportunidades únicas para profissionais dessa área.

Imagem de um lápis, uma caneta e uma régua para ilustrar a profissão de Design Gráfico na cidade de Maringá


Design no Brasil

No Brasil, a profissão designer ainda não é regulamentada, ou seja, hoje nós ainda não temos a profissão designer reconhecida na carteira de trabalho, desta forma os profissionais precisam ser registrados com outras profissões genéricas.

Outro ponto importante é a falta de regulamentação sobre a profissão, desta forma podemos notar o uso da profissão erroneamente, como profissões que não abrangem o espectro do Design, como Design de Unhas, Design de Sobrancelhas, Design de Cabelo, entre outros que não deveriam ser classificados dessa maneira, mas de certa forma aumentam o prestígio da profissão.

Eai, gostou?

Deixe nos comentários qual o próximo assunto relacionado a Design você gostaria de ver aqui no site :)

Dessein Design - Designer Gráfico em Maringá

Ver todos os posts ←